segunda-feira, 30 de maio de 2011

O Poder das Mídias Sociais no Brasil - Impacto na Esfera Pública

A primeira questão que as empresas devem se atentar ao começar interagir nas redes sociais é a sua reputação. Como ela está sendo vista pelos seus clientes, críticos e concorrentes. 
Esta questão já está sendo levada tão a sério que os SACs, cada vez mais, estão sendo deixados de lado pelos internautas, que descobriram o alto poder das redes. Se você tem a sua solicitação 'ignorada' pelos atendestes do Serviço de Atendimento ao Consumidor, basta correr para o Facebook ou Twitter e relatar seus problemas com a empresa em questão. Acredite: a probabilidade de sua solicitação ser atendida em um tempo inferior e qualidade notável são grandes! Mas porque dessa preocupação excessiva com o que é dito na rede?
O problema, segundo Solange Oliveira, consultora de comércio eletrônico: “A internet é como tatuagem: tudo que é postado fica nela para sempre. E as empresas não querem seus nomes ligados a aspectos negativos.” 
E aí entra também a problemática dos virais: ninguém consegue prever com exatidão a dimensão que um assunto/vídeo/post pode tomar. De repente, uma crítica pesada à uma marca pode ser o assunto mais comentado do mundo pelo Twitter
A problemática pode ser ainda mais complicada quando analisamos mais profundamente o Impacto das Redes Sociais na Esfera Pública.

Os sites que hospedam as redes sociais na internet, em si, possuem pouco (ou nenhum) poder. Eles não são o gatilho de nenhuma revolução, mas "apenas" o meio utilizado por uma multidão de pessoas para atingir seus objetivos. Casos como os do Egito, Irã, Tunísia e Tailândia, são exemplos da utilização da internet para alcançar objetivos políticos. 
Neste ponto inclusive, existem duas linhas de pensamento: Os Otimistas, que creditam as Redes pelas revoluções; e Os Pessimistas, que defendem que as Grandes Revoluções não serão Twittadas.
Uma coisa é certa: todas as atuais movimentações políticas passaram, hora ou outra, pelas mãos do Twitter, Facebook, Blogs e/ou SMS.

Não tem como falar sobre o impacto político sem citar o exemplo mais emblemático de toda uma geração: A Eleição do Obama. Tudo já foi dito, redito, criticado, apoiado e novamente dito sobre o tema. E como sempre, temos os entusiastas e aqueles com os pés mais no chão. 
O fato é que Obama não ganhou as eleições por exclusivamente utilizar de forma inovadora as redes sociais. A sua grande sacada foi unir as táticas de marketing tradicionais com a utilização da internet para multiplicar, de forma eficaz, a sua mensagem para toda uma geração de influenciadores e formadores de opinião. O resultado, além (claro) da vitória nas urnas, foi o recorde em arrecadação de verba para a campanha e número de eleitores votantes em uma eleição nos Estados Unidos, onde o voto é facultativo.
Depois deste momento histórico, mudou para sempre a percepção sobre o poder presente nas redes, que podem até não ter tido exclusivo crédito pela vitória do primeiro presidente negro americano, mas sem elas dificilmente veríamos semelhante resultado.



A mídia tradicional não ficou para trás, está mais do que atenta na internet 2.0. Todos os dias notícias, temas e polêmicas agendam os assuntos nos noticiários. Para saber mais sobre isto, recomendo a leitura do artigo A Agenda Setting e a Nova Ordem da Comunicação do Mestre em Comunicação Social José Henrique Westphalen. Além de uma rápida reflexão pessoal dos últimos assuntos mais comentados pelos noticiários e que "caíram na boca do povo", quantos deles vieram ou tornaram-se relevantes pelas Mídias Sociais?

É incrível como muitas empresas simplesmente ainda não conseguiram enxergar todos os riscos e oportunidades que estão ao seu redor. Mas isso está mudando e de maneira veloz. O problema é que, na correria e desespero, nem todas conseguem entrar com o pé direito nas mídias sociais. Mas este é um assunto para a próxima segunda.

4 comentários:

Caco Alcino disse...

interessante!! nunca tinha pensado nas redes sociais como forma de fiscalização e agilização de atendimentos ao consumido....

Douglas Lourenço disse...

É o boca a boca sempre dando resultados.

www.bigodaostudio.blogspot.com

Luan disse...

kkkk e mesmo

JUL!@NØ disse...

De fato, as midias sociais, tem grande influencia na opiniao das pessoas, assim como a TV... E isso nos é muito atraente, pois atraves destes sites, podemos expressar nossas opinioes ou ate mesmo contar algo que nos tenha acontecido, para que deixa os outros em cautela, ao contrario da TV, onde só ouvimos e discutimos com a familia, na net é pro mundo...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...